05/02/16

Vlog: TÁ CHOVENDO, E AGORA? Coisas para fazer em dias de chuva


Oiiii pessoal! To meio sumida daqui por vários motivos, mas nem vou falar aqui pra não fazer uma lista enoooorme. Enquanto estive fora, as meninas fizeram algumas postagens aqui pra vocês, então o blog ficou movimentado ;)

O vídeo da vez é bem interativo, bem diferente de todos que já fiz lá pro canal e eu realmente espero que vocês gostem do resultado!! O vídeo já está no youtube há algumas semanas, mas só hoje consegui vir mostrar ele aqui pra vocês. Por isso, recomendo que se inscrevam no canal pra assistirem os vídeos primeiro!!

Fiz um vídeozinho mostrando pra vocês o que eu faço e ao mesmo tempo dando dicas pra vocês do que fazer em dias de chuva!! Eu achei super legal gravar e amei o resultado final :D Então, bora assistir!





SE INSCREVAM NO CANAL, dá um like no vídeo e comentem algum vídeo que vocês querem ver! Se vocês gostaram desse tipo de vídeo mais 'engraçadinho' me falem pra eu gravar mais nesse estilo! hehe
To com planos de postar mais vídeos apesar de o canal do blog não ser muito visualizado, mas não vou largar os posts por blog ok? Espero que tenham gostado e fiquem de olho no canal porque agora vai ter mais vídeos por lá! Beijos, Carine.

27/01/16

O ano de vestibular: 10 dicas


Olá, pessoal! Hoje resolvi contar para vocês um experiência pela qual estou passando e a qual é, também, o motivo de o meu 2016 ser um ano complicado.

Estou no terceiro ano do Ensino Médio, ou seja, prestarei o vestibular para valer dessa vez. Vendo algumas colegas entrando no primeiro ano e se sentindo completamente perdidas, achei que seria de bom uso compartilhar algumas dicas e precauções que tomei após escolher minha profissão.

1. "Quantas vezes devo fazer o Enem?"

Se o seu foco é uma universidade federal, o quanto antes você realizar o examos, o melhor. O Enem não se trata apenas de uma prova de conhecimento. É, antes de tudo, uma prova de resistência para o aluno. Você fará 180 questões e terá 4 horas para elas, além de uma hora reservada para uma dissertação-argumentativa.

O que torna o Enem um bicho de sete cabeças para a maioria dos candidatos é a interdisciplinaridade das questões, ou seja, uma questão, geralmente, aborda duas ou mais matérias. Portanto, a prova requer conhecimentos gerais, além de abordar assuntos da atualidade relacionados com informações específicas de certas matérias.

Já deu para perceber que o importante não é saber as matérias e sim saber fazer esse tipo de prova né? Eu comecei a fazer o Enem no primeiro ano do Ensino Médio e, se alguém houvesse me instruído um pouco antes, eu teria o feito no nono ano do Ensino Fundamental.

2. "Mas eu conheço pessoas que fizeram apenas uma vez e conseguiram passar"

Existem casos e casos. Mas eu garanto que muito depende do curso, da universidade almejada e da preparação. Nunca há um fator isolado. Darei um exemplo pessoal. Minha escolha profissional abrange a área médica, ao escolhê-la, comecei a estudar, uma vez que já sabia que não era simples conseguir uma aprovação para Medicina.

Cursos como Medicina, Direito e Engenharia encabeçam suas matérias específicas (Biológicas, Humanas e Exatas) na dificuldade de se conseguir uma aprovação. Porém, nada é impossível. Realizar o Exame é como seguir uma receita de bolo.

3. "Eu tenho que desistir da minha diversão para conseguir passar?"

Muitas pessoas acham que entrar no terceiro ano é sinônimo de fim de vida social. Muito pelo contrário, o terceiro ano é o momento da sua vida em que você aprenderá quando você pode ter vida social e quando você deve ter responsabilidades, exatamente como na vida adulta. É um momento em que festinhas diversas aparecerão e você deverá ponderar e saber decidir em quais você deve ou não ir.

É nesse momento que você deve separar semana de fins de semana de fins de semana que são véspera de provas, simulados e exames importantes. E também, você irá entender que "véspera" não significa "um dia antes" e sim "uma semana antes". Lembrando que você estudará para aquela prova meses antes e que nessa semana anterior à prova é bom não perder o foco.

É importante lembrar, também, que não é saudável estudar sem parar, sem descanso. Reserve aqueles dias mornos no mês, em que você não precisa fazer nada, para relaxar, sair com amigas. Conheço pessoas que ficaram psicológica e físicamente abalados devido ao estudo exagerado.

4. Seja realista, mas não deixe que isso lhe impeça de correr atrás dos seus sonhos.

Parece frase de biscoito da sorte, mas não é. Ter os pés no chão nesse momento é importante. Não ser pessimista também. As duas coisas não se anulam. É possivel ser realista e otimista ao mesmo tempo, é só adequar o seu otimismo ao seu nível de esforço. Ou melhor, adequar o seu nível de esforço ao tamanho do seu sonho.

É importante conhecer, nessa hora, os requisitos para passar no curso/na universidade desejada. Saber a pontuação de corte, ler experiências de pessoas que conseguiram passar e como elas estudavam para isso, arrumar seu horário semanal para que você tenha horas diárias necessárias de estudo. Tenha em mente o tamanho da dificuldade que é passar no curso escolhido, mas tenha a força para não desistir.

5. Amplie seu leque para outras cidades.

Com todos os defeitos que podem ser citados ao se falar do Enem, há uma vantagem. O sistema que lhe diz se você passou ou não para a universidade (Sisu) é flexível e lhe permite que você concorra para cursos em outras cidades, para faculdades boas e que lhe mostrarão outras vivências além do que você está acostumado.



6. "Não tenho condições financeiras para me bancar em outra cidade"

Pesquise sobre universidades públicas que oferecem bolsas de dormitórios no próprio campus. Estes geralmente são ocupados por alunos com renda insuficiente de outras cidades. Essa é uma oportunidade de começar a interagir com outros alunos, sair de casa e de começar a trabalhar no período contrário ao do curso para começar a entrar na vida adulta.

7. Não desanime.

Vivemos em um país que possui um sistema de aprovação universitária o qual não mede conhecimente, como já disse acima. É (muito) normal não ir bem no Enem na primeira e na segunda vez. Por isso é necessário fazer as provas ao longo do Ensino Médio e buscar os exames antigos para realizá-los. Quando eu fiz a prova, vi alunos com altíssimos CR's não acertando mais que 100 questões. Então relaxa, pois é uma questão de se aprender a fazer o exame.

Passar de primeira quando é para valer também não é algo obrigatório. É normal não se conseguir entrar na faculdade no final do Ensino Médio. Apenas não desista e tente novamente.

8. "Eu preciso assinar algum jornal ou revista?" 

Para ser sincera, não. Eu nunca gostei de assistir o jornal televisivo, mais por uma questão de não gostar de assistir TV que de ignorância. É necessário, sim, saber o que acontece no mundo por volta de uns 2 anos antes da prova, mas de forma geral. Como eu gosto muito de ler, mas, pelo fato de estudar muito, não ter tempo suficiente para me comprometer com uma assinatura de revista ou jornal, eu fiz o seguinte: Como no meu pouco tempo livre que eu tinha, eu utilizava a internet, em grande parte o Facebook, aproveitei para curtir as páginas de diversos jornais.

Cheguei à seguinte conclusão. Não é bom ler apenas um tipo de revista, uma vez que elas nunca são imparciais. É bom, na hora de fazer o Enem, possuir posicionamentos políticos sólidos, facilitando a escrita da redação. Portanto, eu curti páginas como Veja, Carta Capital, Exame, entre outras. É importante não focar em meios midiáticos que falem apenas de um assunto, como, por exemplo, a corrupção no Brasil.

É necessário ser mais abrangente e buscar assuntos gerais que se apliquem a situações atuais. Por exemplo, a primavera feminista e o movimento negro foram diversas vezes citados em jornais nos utimos anos e, então, o tema central do último Enem foi Movimentos Sociais. Assuntos em alta no mundo costumam ser foco de prova, então não meça esforços para entendê-los. Se possível curta páginas que expliquem esses assuntos e procure sua posição em relação à ele e busque seus argumentos.

9. Treine sua redação.

Na minha escola, um projeto que me ajudou a melhorar a escrita foi o de redação. Uma vez por semana, pegávamos uma ficha com um tema, escrevíamos a redação e na semana seguinte a devolvíamos. Ao devolver a ficha, recebíamos outra que seria entregue na semana seguinte. Em paralelo com redações sendo entregues e recebidas, um professor as corrigia e então recebíamos de volta para entendermos o que havia de errado.

Este trabalho se unia às aulas de redação e então minhas redações foram melhorando. Como sei que nem toda escola possui esse projeto, me lembrei do Descomplica. Provavelmente você já ouviu falar. Eles possuem um sistema de correção de redações, então, se você não possuir esse projeto na escola, você pode fazê-lo em casa e administrá-lo você mesmo.

10. "Busco uma faculdade estadual ou uma particular."

Geralmente, universidades estaduais ou particulares possuem vestibulares próprios com provas específicas. Se este for o seu foco, tenha em mente suas matérias específicas e as estude (muito!). Livros com a matéria aprofundada ajudam bastante e, se você não puder bancar livros de vestibular – que costumam ser bem caros – busque ferramentas na internet, como a do Khan Academy, a qual é de graça e te ensina basicamente tudo que você quiser aprender.

Projetos na internet como o Projeto Medicina me ajudaram muito e, com um pouquinho de pesquisa é fácil achar compilações de exercícios voltados para as matérias específicas do curso que você busca. E, claro, sempre refaça questões das provas antigas da universidade escolhida.

Espero que tenham gostado e, caso possuam alguma dica ou experiência pessoal, deixem aqui nos comentários. Beijos, Natália.

26/01/16

DIY: Customizando materiais escolares


Olá, pessoal! Com o ano começando e as férias prontas para acabar (NÃÃÃO!!) os cadernos e fichários alcançam preços altíssimos e acabamos nos rendendo aos materiais mais baratinhos e nem sempre tão bonitinhos.

Mas é super possível ter cadernos, fichários, estojos sem gastar muito. O que você acha de fazer o seu próprio fichário por menos de 40 reais do jeito que você quiser? Foi o que a ArchtayTV fez em seu canal do Youtube e eu mesma segui o tutorial e fiz o meu próprio fichário bonito e barato.


(O fichário que eu fiz a partir do tutorial acima)

E que tal encapar seus cadernos com algumas imagens engraçadas da internet e papel contact? Foi o que a Ka fez em seu canal e ainda ensinou a fazer um estojo em formato de peixe super fácil!



(A Ka perdeu a montagem que ela fez, mas eu consegui encontrar no Tumblr essa bem parecidinha. Infelizmente, me esqueci de salvar o nome do Tumblr que a fez.)

A Ka ainda te ajuda a volta de mochila nova para a escola, mesmo se você não pretender comprar uma esse ano.


Espero que tenham gostado :)
xoxo, Natália

25/01/16

Conheça a série Shadowhunters


Oiiii gente! Saudades de postar sobre séries aqui pra vocês! Então, dessa vez vou falar de uma série que estreou no dia 12/01 e já me conquistou no primeiro episódio: Shadowhunters.

Essa série é uma adaptação dos livros 'Os Instrumentos Mortais', e confesso pra vocês que nunca li e mesmo assim gostei da série! Eu não pretendia assistí-la, mas eu estava atoa e apareceu no meu feed e eu comecei a assistir e adorei!!


Clary Fray é uma adolescente de 18 anos que, sem querer, presencia o acontecimento de um crime. Mas este não é um crime como outro qualquer: três adolescentes cobertos com tatuagens estranhas são os responsáveis pelo assassinato, executado com armas que Clary nunca viu antes. Antes de ela conseguir fazer alguma coisa, os três justiceiros se apresentam para ela: Jace, Alec e Isabelle são Caçadores de Sombras, responsáveis por proteger o mundo de vampiros, lobisomens e monstros que querem fazer o mal.
Sinopse por Adoro Cinema.

A série gira em torno da Clary, personagem principal, cujo cabelo ruivo eu quero muito pra mim hahahahaha Ela faz 18 anos e sua vida muda completamente; conhece pessoas novas e vê que é uma pessoa diferente.

A série tem muita ação e ficção, o que uns vão amar e outros odiar.. Os efeitos especiais estão ótimos na minha opinião e como eu gosto desse estilo de série/filme eu adorei assistir essa e com certeza vou continuar a acompanhar!




Pra quem quiser assistir o primeiro episódio online, é só clicar aqui. Achei bem legal e quis compartilhar com vocês!! Espero que gostem <3 Beijos, Carine.

20/01/16

Primeiro dia na faculdade: Expectativas e dicas

Oi gente, hoje vim escrever pra vocês sobre a maravilhosa, porém aterrorizante experiência de começar a faculdade. Este ano serei caloura e, depois de 12 anos na mesma escola, sei que vai ser uma mudança drástica na minha vida. Felizmente, minha melhor amiga vai fazer o mesmo curso na mesma sala da mesma faculdade que eu, então tive uma pequena vantagem nisso.

Vou fazer curso de Design, então quando eu começar, se vocês quiserem que eu fale sobre esse assunto aqui no blog deixem nos comentários para eu saber.



Esses dias, à procura de algum vídeo que me deixasse mais confiante para meu primeiro dia de aula, fiquei extremamente chateada de não encontrar quase nenhum conteúdo que me dissesse algo novo. Por esse motivo estou aqui, para tentar ajudar quem vai iniciar essa nova etapa.

As primeiras dúvidas (bem babacas diga-se de passagem) foram: "Devo ir de bolsa ou mala? Caderno ou fichário? Que roupa? Será está muito arrumada ou muito desleixada?". Essas inseguranças são completamente comuns. Aos poucos minha ficha foi caindo, e eu finalmente reparei que eu estava muito preocupada com o que os outros iriam pensar de mim. Não cometa o mesmo erro e use o que você quiser do jeito que você quiser. SEJA VOCÊ MESMO!

A faculdade nada mais é do que a evolução da escola, você pode usar bolsa, mala, caderno, fichário e a roupa que bem entender. É claro que o que vale é simplicidade, tanto na maquiagem quanto na roupa, mas tem muita gente mais arrumada, por conta do trabalho. A dica é: contanto que você não vá como se estivesse indo à balada, não tem problema. Não esqueça então, quando seu primeiro dia de aula chegar use o material que você mais gosta, a roupa mais confortável e que tenha mais a sua cara e, o mais importante, seja legal com os outros, dessa forma eu garanto que você só vai atrair pessoas parecidas com você e vai fazer amizades bem rápido.

Outras dúvidas como horários de aula. bilhete único de estudante, carteirinha, lista de material, etc. é sempre bom serem retiradas na faculdade, pode até ser por telefone. A maioria dessas coisas se ajustam na primeira semana de aula, então tenha paciência e não tenha vergonha de perguntar aos outros. Você pode perguntar até sobre o trote, para saber quantos dias duram, se é tranquilo ou se é melhor ficar em casa.

E minha última dica é sobre timidez e novas amizades. Toda mudança nos dá um pouco de medo, é inevitável, mas para pessoas introvertidas este medo dobra. Lembre-se que está todo mundo no mesmo barco sem saber o que fazer, querendo novas amizades, você não é o único deslocado, logo você conhece novas pessoas e faz amizades. Não mude para agradar os outros (vocês nunca viram filmes? Isso nunca dá certo! É só ver Camp Rock hsausa). Enfim, espero ter acalmado e ajudado o coraçãozinho de vocês.

Comentem aqui embaixo se ajudou você que vai começar a faculdade agora e se concorda ou não com o que eu disse você que já está na faculdade. Beijos, Cams!



Copyright © 2014 | Base por: Sanyt Design | Editado por Carine Miranda | • voltar ao topo